Velocidade x Pressa

 

28 Ago

Quem é apressado... nem come. Sem essa de come cru! Numa vida cada vez mais agitada, dinâmica, corrida e tecnológica, o verbo acelerar é cada vez mais exigido no dia a dia.

Se é no carro, pé no acelerador. Se é no telefone, a “agonia” para desligar. Se é com pergunta, mal dá tempo de deixar responder (Faustão que o diga). Na hora h então, xiiii... Rotinas que com certeza muitos de vocês logo se identificam. Isso, se identificam mesmo! E nem disfarcem...

Sinceridade! E preocupação também!

É a tal da confusão entre velocidade e pressa.

Muitos misturam. Confundem. Ou sequer sabem a diferença. Vamos fazer o básico e conhecer melhor os conceitos?

Pelo dicionário velocidade “é a qualidade ou o atributo do que é veloz”. Uma outra definição, que vamos focar mais, é a seguinte: “Agilidade ou presteza em executar uma ação”. Presteza. Prestem atenção a esse termo.

Mas e pressa? Entre algumas definições, essa chama ainda mais atenção: “Ausência de calma; falta de paciência; impaciência, precipitação”. Nada como buscar os significados reais para tentar entender melhor a prática.
Seja veloz. Não seja apressado.

Velocidade requer domínio, conhecimento, confiança. E inteligência. Lembram da palavra presteza? Agilidade. Que rima com habilidade! Muito mais que uma rima. É pura realidade. Rimou de novo!

A pressa caminha no sentido contrário. É amiga da incorreção. Demonstra os passos do sentimento do “qualquer jeito”, de quem não tem domínio, segurança, planejamento e preparo. Ela logo leva a uma... Pressão! Má pressão. Bem diferente de uma boa cobrança! A necessidade ou vontade de terminar logo e de qualquer jeito acaba gerando tropeços, afobação. Maiores erros. E isso acaba mudando os passos e até a direção. O que na intenção seria um caminho mais curto, na ação se torna mais longo e de mais obstáculos, gerando uma frustração maior.

Sentimento duro. E que demora a passar. Nada veloz!!!!