A sorte é amiga da boa preparação!

 

12 Mar

Já falamos aqui no portal sobre o incomodo do Oscar, um dos maiores atletas de basquete do mundo, quando o chamavam de “Mão Santa”. Lembram?

Um outro campeão e destaque do esporte mundial também tem uma relação semelhante quando querem valorizar mais a inspiração do que a transpiração, mais o dom do que a dedicação, mais a sorte do que o trabalho.

Gosto sempre de dizer que a sorte é amiga da boa preparação.

E uma frase do Tiger Woods, além de uma situação que vamos detalhar a seguir, segue muito bem essa linha de pensamento.

“Quanto mais treino, mais sorte tenho”, disse Tiger. Também não é para menos. Cerca de 10h de treino por dia. E o que mais me chamou a atenção não foi só o tempo de esforço, mas principalmente o treinamento em situações adversas.

O livro “Um novo jeito de trabalhar”, do Laszlo Bock, que traz ações diferentes de trabalhar do Google, detalha uma situação bem curiosa sobre o treinamento do atleta supercampeão no golfe.

Tiger Woods, quando jovem, no início da carreira, chegava a treinar na chuva. E muitas vezes na madrugada.

Certa noite, um amigo dele (Damon Dunn) estava indo a uma festa depois das 23h enquanto uma chuva forte castigava o campus da universidade. Então, notou um jovem solitário praticando tacadas de golfe no gramado.

Quatro horas depois, as 3h da manhã, ao retornar da festa, o amigo viu que Tiger Woods continuava lá, praticando suas tacadas. E aí, resolveu questionar:

“Tiger, o que você está fazendo aqui fora dando tacadas a esta hora da madrugada?”

Tiger respondeu:

“Não chove muito aqui no norte da Califórnia. É a única chance de treinar na chuva”.

O treinar muito. O treinar na dificuldade. O treinar nas situações adversas. O se diferenciar.

Marcas de Tiger. Marcas de Oscar.

E você? Tem suado tanto quanto esses campeões?

Tem buscado treinar na dificuldade, em situação adversa, para que se surgir uma situação semelhante você esteja preparado ou melhor adaptado?

Querer ser campeão? Todos querem. Se dedicar da mesma maneira que eles, nem tanto!