Faço ou não faço?

 

26 Jan

Faço ou não faço? Vou tentar ir! No próximo vou!

Frases que tenho ouvido (e lido) muito a cada curso realizado. Foram muitos no ano passado. Preparação e alto rendimento- como se diferenciar no mercado, Fazer é poder- Como se livrar da procrastinação, Um novo jeito de liderar (foco em gestão com pessoas) e Como falar melhor em público.

A cada turma, ótimos feedbacks, alguns ajustes, melhorias, atenção a cada detalhe e, claro, muita satisfação. O que só aumenta a responsabilidade a cada novo conteúdo.

E agora, neste novo ano, já vamos começar valendo com a segunda Turma do Curso de Oratória. E novamente vejo algumas pessoas em dúvida ou prometendo que agora sim vai se livrar desse mal que incomoda tanta gente- o medo de falar em público. E de novo vem aquela palavrinha sinônimo de insegurança. Será?

Os mais próximos sabem do quanto tenho me dedicado a esses conteúdos e formatos diferentes. São fundamentais para o crescimento. Dos alunos e o meu, claro! Porque a cada ajuste, a cada pesquisa e a cada curso, vem um aprendizado enorme, uma experiência enorme e uma felicidade ainda maior. Um ciclo de satisfação-dedicação-satisfação.

Mas, beleza, Diego. E porque deveria fazer esse teu curso? Essa pergunta quem pode responder melhor é você, olhando para dentro, buscando enxergar limites e potencialidades, pontos fracos e fortes. Se o ego permitir.

Por mais que eu explique que o formato e o conteúdo são especiais, que teremos um psicólogo (Diego Lima Gomes) para explicar motivos, consequências e possíveis soluções para se livrar do medo de falar em público, que teremos o cantor e humorista Alex Victor para trazer lições e importância dos improvisos do Stand Up Comedy, além de focar muito a comunicação não verbal (gestos, posturas) e muitas práticas, é você que define se quer ou não avançar. Se quer ou não se comunicar melhor. Se precisa ou não falar melhor em público.  Saber que essa competência comunicativa diferencia muito no mercado, todos sabem. Utiliza-la ao seu favor, nem todos.

Ah, já ia esquecendo. Já que o curso vai ser realizado no Dia do Frevo (09/02), teremos uma convidada ilustre para falar dos cuidados com a voz e colocar um ritmo especial na nossa manhã- A cantora e amiga Nena Queiroga, com sua chuva de sombrinhas, chuva de talento e chuva de simpatia!

Vamos ser melhor hoje do que ontem. Amanhã do que hoje!

O link da inscrição está aí:

Espero você!